Crédito para veículos recua e para habitação sobe

O estoque de operações de crédito para a compra de veículos por pessoa física caiu 0,6% de setembro para outubro, segundo o Banco Central. Com isso, o total de recursos para a aquisição de automóveis está em R$ 202,327 bilhões.

CÉLIA FROUFE E EDUARDO CUCOLO, Agencia Estado

29 de novembro de 2012 | 11h41

No acumulado do ano, ainda é verificada uma expansão do crédito para esse fim de 0,7%. Em 12 meses até outubro, a alta é de 1,6%. O BC tem revelado que esse estoque está se reduzindo nos últimos meses.

As operações de leasing voltaram a registrar forte queda de setembro para outubro (-4,2%), com destaque para o recuo para pessoas físicas. No ano, até outubro, a queda das operações desse tipo de transação já é de 30% e, em 12 meses, de 36,2%.

Os financiamentos feitos por meio de crédito direto ao consumidor ficaram estáveis em outubro na comparação com setembro. No ano, até o mês passado, ainda apresentam alta de 7,6%, assim como em 12 meses, que é de 10,5%.

Habitação

As operações de financiamento para habitação cresceram 2,7% em outubro ante setembro, totalizando R$ 263,213 bilhões. Na comparação com outubro do ano passado, a alta é de 38,8%.

No crédito direcionado para habitação, a expansão foi de 2,7% em outubro ante setembro e de 37,8% na comparação anual, somando R$ 244,073 bilhões. Já no crédito livre para aquisição de imóvel, o crescimento foi de 2,1% ante setembro e de 52,7% ante outubro de 2011, para R$ 19,140 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
BCcréditooutubroveículoshabitação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.