Crédito vinculado à folha de pagamento cresce 60%; juro recua

O chefe do Departamento Econômico (Depec) do Banco Central (BC), Altamir Lopes, disse hoje que os empréstimos com desconto em folha de salários teve um crescimento de 5,8% em setembro. Com isso, o volume destas operações feitas por um conjunto de 15 bancos, que respondiam por 78,6% do crédito pessoal no mês passado, chegou aos R$ 10,152 bilhões.Em janeiro, os empréstimos com desconto em folha somavam o correspondente a R$ 6,319 bilhões. "Temos um crescimento aí de 60,7%", disse Altamir. Os juros dos empréstimos em consignação, segundo o chefe do Depec, passaram dos 42,5% de janeiro para 39,1% ao ano. No crédito pessoal, os juros variaram no mesmo período de 79,1% para 73,9% ao ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.