Credores da Eucatex aprovam plano de recuperação judicial

Os credores da Eucatex S/A Indústria e Comércio, empresa controlada pela família do ex-prefeito Paulo Maluf, aprovaram nesta quarta-feira o plano de recuperação judicial da empresa. Do total, 100% dos credores com garantia por valor (montante da dívida) e por cabeça (número de pessoas) e 77,5% dos credores quirografários (sem garantia) por valor e 96,7% por cabeça aprovaram o plano. Cabe agora à juíza de direito da 3ª Vara Cível da Comarca de Salto (SP), Renata Cristina Rosa da Costa Silva, homologar o plano. O pagamento dos credores começará a ser feito 30 dias após a homologação.Na manhã desta quarta, os credores se reuniram em assembléia para discutir o plano. Duas propostas de modificação do plano original foram apresentadas por representantes do Itaú BBA, Itaú, Unibanco e Bradesco e do Deutsche Banking Service Uruguay. A assembléia foi suspensa a pedido da Eucatex e retomada no início da tarde com as contrapropostas da empresa. Novamente suspensa, desta vez a pedido do Bradesco, a assembléia reiniciou após as 14 horas, quando a aprovação do plano foi votada. A Eucatex foi fundada em 30 de novembro de 1951, na cidade de Salto, com capital integralizado de 10 milhões de cruzeiros. O complexo industrial é formado por quatro unidades, localizadas nas cidades de Barueri, Salto, Paulínia e Botucatu, onde fabrica produtos destinados à indústria moveleira, construção civil e agroindústria.O grupo detém, ainda, a propriedade de 43 fazendas de eucaliptos e pinus, com área estimada em 52 mil hectares. A Eucatex é presidida pelo engenheiro Flávio Maluf, filho do ex-prefeito Paulo Maluf.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.