Credores da Marfrig aprovam venda da Seara para a JBS

Detentores de debêntures simples da Marfrig, presidida por Marcos Molina (foto), aprovaram a venda de ativos para a JBS. Também na reunião foi consentida a mudança do ofertante da emissão, que passará a ser responsabilidade da empresa de alimentos do grupo J&F. Os credores consentiram a venda de 100% da Seara e da Zenda, operação uruguaia do frigorífico, à JBS. Foi aprovada ainda a transferência para a JBS da totalidade da participação acionária da Excelsior Alimentos (64,57%). Os credores liberaram a garantia prestada pela Marfrig e cancelaram a carta de fiança emitida. As informações foram encaminhadas à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.