Credores estão perdendo paciência com a Varig

Os credores estão perdendo a paciência com a Varig, informou hoje o jornal Financial Times. Segundo o diário financeiro britânico, quando a empresa anunciou a sua fusão com a TAM no mês passado, a notícia foi recebida como uma solução para o setor, que vem acumulando grandes perdas. Mas agora, diante do andamento das negociações para a concretização da fusão, as perspectivas para o seu sucesso estão diminuindo.O FT salienta que, segundo pessoas próximas às negociações, se a fusão for realizada o governo federal terá de oferecer um apoio de cerca de R$ 600 milhões. Mas o governo brasileiro afirma que irá apenas dar recursos financeiros após a duas empresas promoverem uma restruturação. "Vamos apenas dar o nosso apoio após uma reforma administrativa, assim que a indústria e as empresas tiverem provado a sua viabilidade", disse o ministro da Defesa, José Viegas. Segundo o FT, Viegas planeja revisar o que ele considera como excessos liberalizantes na política para aviação comercial do governo anterior. Esses planos, segundo o ministro, não deverão incluir isenções tributárias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.