Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Cresce intenção de contratações na indústria de transformação em 2011

Fatia de empresas que pretendem aumentar o pessoal no ano que vem passou de 40% para 43%

Alessandra Saraiva, da Agência Estado,

20 de dezembro de 2010 | 11h18

RIO -  A intenção de elevar contratações da indústria da transformação melhorou, de 2010 para 2011. É o que mostrou nesta segunda-feira, 20, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) ao anunciar a Sondagem de Investimentos da Indústria da Transformação, que consultou 829 empresas entre os meses de outubro e novembro.

Segundo a FGV, a fatia de empresas consultadas no levantamento que pretendem aumentar o total de pessoal ocupado em 2011 foi de 43% - sendo que, no ano passado, o porcentual para esta mesma resposta foi menor, de 40%. Já o porcentual de empresas entrevistas que planejam reduzir efetivo no ano que vem foi de 8%, menor do que a fatia de 12% registrada para este mesmo tipo de resposta, no ano passado.

Ainda segundo a fundação, entre as categorias de uso, a maior absorção de mão-de-obra é prevista pelas empresas produtoras de bens de consumo duráveis. Somente neste segmento, 57% das empresas consultadas preveem elevar o contingente de pessoal ocupado no ano que vem, o maior porcentual da série histórica, iniciada em 2005, para este tipo de resposta. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.