Cresce número de inadimplentes que regularizam pendências

Levantamento divulgado nesta terça-feira pela Serasa revela que 15,5 milhões de consumidores inadimplentes regularizaram suas pendências em todo o País no mês de maio. Os registros são cerca de 92% do número de novas pendências incluídas no período, o que significa que, para cada 100 novos clientes incluídos, 92 deixam a base de dados de registro de não-pagamento. O porcentual de baixa é o mesmo registrado em maio do ano passado, mas existe um número menor de inadimplentes: 16,89 milhões de pessoas ante 17,9 milhões no quinto mês de 2003.A empresa destaca que o movimento de inclusões e baixas em maio mostra que o consumidor continua priorizando o pagamento de dívidas, como ocorreu ao longo de 2003. Embora a economia tenha dado alguns sinais de recuperação, os técnicos da Serasa apontam que o fator mais importante para esse aumento das baixas de títulos vencidos foi a troca de dívidas "mais caras" por dívidas "maisbaratas".O estudo ainda mostra que existem empecilhos que evitam um melhor desempenho da economia nacional. Como exemplos, são citados o alto desemprego, taxas de juros em patamares elevados, queda de renda. Estes fatores, combinados com aumentos de impostos e criação de taxas municipais, teriam reduzido ainda mais a renda disponível para consumo e pagamento das dívidas assumidas."A reativação da economia é determinante para a reversão das expectativas e para a geração de empregos, o que facilita o pagamento das dívidas, promove a maior contratação de crédito e amplia o consumo", diz a nota da Serasa à imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.