Cresce preocupação dos investidores com crise no governo

O mercado financeiro iniciou o período da tarde desta quarta-feira refletindo a preocupação com a crise no governo Lula. Às 15h11, O dólar comercial atingiu o patamar máximo do dia até este horário e foi vendido a R$ 2,4580, mas ainda em baixa - de 0,24% em relação aos últimos negócios de ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em baixa de 0,43% neste horário.Hoje o líder do PTB na Câmara, deputado José Múcio (PTB-PE), disse que o presidente do partido, Roberto Jefferson, tem provas das denúncias de pagamento de "mesada" a parlamentares, em troca da aprovação de propostas de interesse do governo, e que pretende apresentá-las na Comissão de Ética da Câmara, no Supremo Tribunal Federal e na CPI dos Correios. "Ele (Jefferson) é sereno e não diria nada sem ter provas", afirmou. O título da dívida brasileira mais negociado, o Global 40, também voltou a cair, influenciando ainda a alta do dólar. No início da tarde, o Global 40 estava na mínima, a 117,40 centavos de dólar, alta de 0,04% - na máxima até o momento foi negociado a 118 centavos de dólar (+0,55%), informou a corretora López Léon.O Risco Brasil - taxa que mede a desconfiança do investidor estrangeiro em relação à capacidade de pagamento da dívida do País - estava em 440 pontos base. Quanto maior esta taxa, maior é a desconfiança do investidor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.