Cresce procura por consórcios

Mesmo com os recentes anúncios de menores taxas de juros e da ampliação de prazos de pagamento nos financiamentos, o Sistema de Consórcios de veículos registrou, no primeiro semestre do ano, mais de 480 mil cotas vendidas.Numa comparação feita pelo presidente da Associação Brasileira de Administradores de Consórcio (Abac), Eriodes Battistella, entre um automóvel de R$ 15.600,00, adquirido em 60 meses com taxa de juros mensal de financiamento de 2,59%, e outro comprado pelo consórcio, também em 60 meses e com taxa mensal de administração de 0,25% (15% no período), a diferença é de 98,12% a mais sobre o preço à vista, ou seja, quase o dobro.No mês de junho, o sistema de consórcios contava com mais de 2,356 milhões de participantes ativos só no setor de veículos automotores, onde veículos leves novos representam 43,9% e motocicletas e motonetas novas, 49,1%. Veículos pesados novos são 4,3%, ao passo que os importados representam 0,7% e usados, 1,8%.O aumento nas vendas de cotas de consórcios também tem sido registrado no setor de imóveis. Somente neste ano, quase 19 mil novos consumidores optaram pelo sistema, chegando a um total de 68,2 mil participantes. Quase 700 consorciados são contemplados por mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.