Crescem as vendas para o Dia da Criança

As vendas do Dia das Crianças na cidade de São Paulo cresceram em média 4,5% no último final de semana, segundo informações da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). As vendas à vista subiram quase 6,4% com relação ao mesmo período do ano passado e as vendas a prazo, 2,9%. Os dados coincidem com a previsão da entidade de um aumento entre 5% e 7% em relação ao Dia das Crianças de 1999.A Associação Brasileira das Revendedoras de Brinquedos (Abreb) também estima um elevação do movimento de 5% a 8%. Segundo o presidente, Nadim Libbos, até agora as vendas ainda estão abaixo da previsão mas ele espera um aquecimento maior até quarta-feira. Para Alfieri, o resultado vai depender ainda do clima no feriado, que pode levar ou não mais pessoas às compras. Já os fabricantes de brinquedos contam com um crescimento médio de 12% sobre 1999. Segundo a Abrinq, associação do setor, esta data é mais importante em vendas para a indústria que o Natal. O faturamento esperado é de R$ 400 milhões. O economista da ACSP acrescentou que o desempenho de outubro é importante porque serve como indicativo do final de ano. "É a última data comercial antes do Natal", observou. A entidade trabalha com uma expansão do comércio de até 7% em 2000.

Agencia Estado,

10 de outubro de 2000 | 10h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.