Crescimento continurá mesmo com inflação, diz Mantega

Para ministro, esse é o momento de o País mostrar solidez, em meio à crise financeira e choque de commodities

Elizabeth Lopes, da Agência Estado,

16 de junho de 2008 | 13h43

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta segunda-feira, 16, que o País continuará crescendo mesmo com a inflação mundial. "Vamos controlar a inflação e o crescimento vai continuar a despeito desses problemas que atribulam a economia mundial e a brasileira em menor escala", destacou o ministro, ao participar nesta manhã de homenagem da BM&F Bovespa ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva em relação à obtenção do grau de investimento pelo Brasil.   Veja também: Combate à alta de preços é prioridade, diz Lula Alimentos sobem em dose tripla nos países pobres Entenda os principais índices de inflação  Entenda a crise dos alimentos  Na elite do mercado mundial    Em seu discurso, no auditório da Bovespa, Mantega disse que é a hora do Brasil mostrar sua solidez num momento de forte choque das commodities e crise no mercado financeiro internacional. "Hoje reunimos as condições que não havia no passado para enfrentar uma crise desta natureza. Embora o Brasil sofra alguns impactos, é um dos menos afetados por essa onda inflacionária, e isso devemos ao acerto de nossas políticas econômica, monetária e fiscal", destacou.   O ministro da Fazenda disse que o governo Lula está controlando a inflação com instrumentos fortes, citando o aumento do superávit primário e o aumento na taxa de juros. Na sua avaliação, o governo não dará trégua e não vai permitir a volta da inflação. Apesar disso, assegurou: "Não vamos abortar o crescimento".   Para ilustrar o bom desempenho da economia brasileira, Mantega disse que, no passado, quando os Estados Unidos pegavam uma gripe, o Brasil ficava com pneumonia. E hoje, a situação se inverteu, porque os Estados Unidos pegam pneumonia e o Brasil apena um pequeno resfriado. O ministro disse que obtenção do grau de investimento é resultado da solidez da economia, obtida com o empenho de empresários, trabalhadores e governo.

Tudo o que sabemos sobre:
InflaçãoAlimentosGuido Mantega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.