Crescimento do emprego formal fica abaixo da expectativa

O número de empregos formais (com carteira de trabalho) criados no período de janeiro a dezembro de 2004 superou em 1.523.276 o das demissões, conforme os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgado nesta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho. O Caged mostra que o resultado de 2004 foi mais que o dobro do de 2003, que ficou em 645.443. Apesar do bom desempenho, o resultado foi ainda inferior à meta traçada pelo ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, que trabalhava com a expectativa de criação de 1,8 milhão de novos empregos, já descontadas as demissões.Em dezembro, porém, o número de demissões superou ao de empregos criados em 352.093. Foi o único mês do ano em que o número de novos empregos formais ficou inferior ao de demissões. O mesmo desempenho foi registrado em dezembro de 2003, quando as demissões superaram em 299.918 ao de novos empregos formais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.