Crescimento do setor privado na zona do Euro desacelera em junho

O setor privado da zona do euro desacelerou inesperadamente em junho, ainda que as empresas continuem cortando os preços para dar fôlego aos negócios, mostrou pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Markit nesta segunda-feira,

REUTERS

23 de junho de 2014 | 07h43

A Alemanha e a França registraram novamente comportamentos diferentes. As empresas alemãs tiveram expansão robusta, apesar de num ritmo menor do que no mês passado, enquanto o setor privado francês encolheu no ritmo mais forte em quatro meses.

"O cenário amplo é de lento crescimento ao invés de aceleração mais forte", afirmou o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

O PMI composto da zona do euro, baseados em sondagens com milhares de empresas na região, caiu para 52,8 ante 53,5 de maio, ficando abaixo do consenso de 53,5 em pesquisa da Reuters com analistas e atingindo a previsão mais baixa da pesquisa. Leituras acima de 50 indicam expansão.

Williamson disse que com uma recuperação robusta evidente em países periféricos da região os dados indicam um crescimento de 0,4 por cento no segundo trimestre.

O índice PMI preliminar de indústria da zona do euro caiu para 51,9 em junho ante 52,2 em maio, abaixo da previsão de 52,2. A pesquisa com o setor de serviços recuou para 52,8 neste mês, após ter atingido 53,2 máxima em três anos.

(Por Jonathan Cable)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUROPMI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.