Crescimento econômico anual do Chile é o menor em cinco anos

A economia do Chile acelerou levemente o crescimento no terceiro trimestre em relação aos três meses imediatamente anteriores, mas em base anual o crescimento desacelerou para o menor patamar em cinco anos, segundo dados do banco central divulgados nesta quinta-feira.

REUTERS

18 de novembro de 2014 | 13h40

A economia tem desacelerado desde o ano passado, influenciada inicialmente pela queda na atividade de mineração, apesar de o banco central ter previamente previsto que o terceiro trimestre deveria marcar o ponto mínimo

O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,4 por cento na comparação trimestral, segundo dados ajustados sazonalmente, melhora em relação à queda de 0,1 por cento no segundo trimestre ante o primeiro.

No entanto, na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, o PIB cresceu 0,8 por cento, o mais desempenho mais fraco desde o terceiro trimestre de 2009, quando a economia estava em recessão.

O dado da comparação anual veio ligeiramente abaixo das estimativas de economistas consultados pela Reuters, de 0,9 por cento, com o banco central citando o fraco desempenho na maioria dos setores, sendo que apenas pesca e serviços públicos mostraram dinamismo.

(Por Rosalba O'Brien e Anthony Esposito)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 5644-7727))

REUTERS FB BBF

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCHILEPIB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.