Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Criação de emprego com carteira é a maior desde 94

Pela primeira vez desde 1994, o País criou mais de um milhão de empregos com carteira assinada nos 10 primeiros meses do ano. No período de janeiro a outubro de 2002 foram criados 1.023.679 postos de trabalho, ou seja, 20,4% a mais que os 849.917 criados no mesmo período de 2001.Os dados mensais do Cadastro Geral de Empregos (Caged), que conta a diferença entre o número de empregados despedidos e admitidos com carteira assinada, foram divulgados pelo Ministério do Trabalho.Apesar do aumento acumulado no ano e das contratações do mês, as 36.368 vagas abertas em outubro são inferiores às contratações no mesmo mês de 2001, que foram de 77.187.Em outubro, o melhor desempenho foi verificado no comércio, com a criação de 37.545 oportunidades de trabalho (mais 0,85%). Em seguida estão os serviços e a indústria de transformação, pela criação, respectivamente, de 20.987 postos (0,24%) e de 16.739 vagas (0,31%). O setor agrícola registrou a demissão de 38.949 pessoas (-3,26%).As maiores contratações ocorreram nas regiões Sul (21.935 postos) e Nordeste (mais 17.066 vagas). Individualmente, foi o Rio de Janeiro, com novos 10.756 assalariados, o Estado que apresentou o melhor desempenho, seguido por Santa Catarina (9.385 postos) e Rio Grande do Sul (7.611 vagas).

Agencia Estado,

26 de novembro de 2002 | 18h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.