Criação de regulador bancário na Europa deve atrasar

O Presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, prevê que a criação de um único regulador do sistema bancário europeu irá levar mais tempo do que o esperado, de acordo com a prévia de uma entrevista que será publicada nesta segunda-feira no jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung, citada pela Dow Jones.

AE, Agencia Estado

23 de setembro de 2012 | 17h21

Schulz espera que a maioria dos parlamentares apoie as novas leis, mas diz que a passagem da medida pelo Parlamento deve levar seis meses. E intervenções de governos provavelmente vão atrasar ainda mais o processo, disse ele.

O Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, havia planejado introduzir a nova medida, sob a qual os bancos da zona do euro seriam supervisionados pelo Banco Central Europeu, na virada do ano. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Europabancosregulador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.