Crise da Varig prejudica meta de 7 milhões de turistas

O ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia, disse nesta terça-feira que a crise financeira da Varig e a redução drástica de suas operações significaram uma diminuição de 400 mil assentos ofertados em vôos internacionais no primeiro semestre deste ano. Em razão da queda na oferta de assentos, Mares Guia admitiu que a previsão de entrada no Brasil somente este ano de 7 milhões de turistas estrangeiros "está prejudicada"."Ainda é cedo para fazer previsão de novo número mas certamente a nossa meta terá um prejuízo", afirmou. As declarações foram dadas um dia depois que pesquisa da Agência Nacional de Aviação apontou queda na eficiência operacional da companhia aérea. Segundo o levantamento, o índice do mercado doméstico, que era de 82% em janeiro, passou para 15% no mês passado. Já no mercado internacional, conforme dados da Anac, a queda foi de 38% em junho para 12% em julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.