Crise europeia volta a abater bolsas da Ásia

Índice MSCI de ações da Ásia-Pacífico, exceto o Japão, recuava 2,01% nesta manhã 

Reuters,

20 de maio de 2010 | 07h25

As preocupações sobre a crise de dívida da zona do euro levaram as bolsas de valores da Ásia para o menor patamar em mais de oito meses nesta quinta-feira. Os investidores se mostraram temerosos sobre divisões políticas na região e sobre eventuais novas regras de regulação.

O índice MSCI de ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 2,01%, para 370,78 pontos nesta manhã, acumulando na semana queda de 8,5%, e no ano baixa de 11,3%.

A decisão desta semana da Alemanha de banir a venda a descoberto de alguns ativos, visando conter os especuladores, adicionou inquietações a um mercado já bastante abatido pela crise de dívida da Grécia. Além disso, os investidores temem que as medidas de austeridade fiscal que a Europa terá que tomar abaterá o crescimento europeu e mundial.

A decisão alemã foi unilateral e sugere que a Europa não consegue agir de forma unificada para lidar com sua crises, o que gera preocupações sobre a regulação do mercado.

Operadores disseram que a queda desta quinta-feira parece ter sido determinada por ordens de stop loss.

A forte queda do dólar australiano contra o dólar e o iene e também sobre o euro, e a forte alta do euro sobre o won sugerem que os agentes estão sendo forçados a reduzir posições de forma generalizada, mesmo aqueles que apostam contra a moeda europeia.

Muitos operadores disseram que a falta de liquidez do mercado exacerbou o movimento do dia. Eles também notaram fortes vendas por parte de fundos de hedge.

"Com a turbulência global e a crescente aversão a risco, estamos vendo dinheiro sendo tirado (dos mercados) e voltando para seus mercados de origem", disse Bratin Sanyal, diretor de ações asiáticas do ING Asset Management em Hong Kong.

O índice Nikkei de Tóquio fechou na mínima em três meses, com queda de 1,54%, a 10.030 pontos.

A bolsa de Seul perdeu 1,83%, para 1.600 pontos.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng teve variação negativa de 0,17%, para 19.545 pontos. Xangai caiu 1,23%, a 2.555 pontos. Taiwan teve desvalorização de 1,78%, a 7.424 pontos.

Cingapura teve baixa de 0,76%, em 2.753 pontos. O mercado em Sydney fechou com perda de 1,61%, a 4.316 pontos. (Umesh Desai)

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasásiamsci

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.