Crise externa pode afetar emprego no Brasil, diz IBGE

A crise internacional deflagrada nos últimos dias poderá afetar o mercado de trabalho no Brasil, segundo avalia o gerente da pesquisa mensal de emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cimar Azeredo.  No entanto, ele ressalta que é impossível prever quais serão os efeitos da turbulência. "Há problemas no cenário internacional e economia nenhuma é blindada a isso, então pode haver reflexo no mercado de trabalho, mas temos que aguardar a conjuntura", disse. Ele sublinhou que, pelo menos até dezembro de 2007, a crise passou longe do mercado de trabalho nas seis principais regiões metropolitanas do País. O IBGE divulgou nesta quinta uma taxa de desemprego de 7,4% em dezembro do ano passado e de 9,3% na média de 2007, ambas as menores da série histórica da pesquisa iniciada em março de 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.