Crise leva deputados dos EUA a renunciar a aumento de salário

Salário anual dos legisladores é de entre US$ 174 e US$ 223 mil, valor já inclui aumento correspondente a 2009

Efe,

11 de fevereiro de 2009 | 04h09

Os membros da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos terão que abrir mão do aumento salarial de 2010 devido à crise econômica que o país enfrenta, informou nesta terça-feira, 10, a presidente da Casa, Nancy Pelosi. A legisladora democrata disse que, em reunião com membros de seu partido, foi informado da apresentação de um projeto que congela os atuais salários. "Disse a nossos colegas que, devido à situação da economia e à crise em que o país se encontra, se pedirá à Comissão Orçamentária que não inclua o ajuste por aumento do custo de vida no próximo ano", assinalou. O salário anual dos legisladores é de entre US$ 174 e US$ 223 mil. Os ganhos já incluem um aumento de US$ 5 mil correspondentes a 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
crise nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.