Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Crise nos EUA Não vai afetar Brasil, diz Mantega

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, voltou a afirmar ontem à noite, em São Paulo, que a crise imobiliária dos Estados Unidos não afetará a economia brasileira. ?Há quem fale em crescimento acima de 5%. Mesmo que seja menos, são 4 anos com crescimento médio acima de 4%?, afirmou. Sobre a crise, o comentário foi até de desdém. ?Quem poderia imaginar que um ministro da Fazenda, em razoável uso de suas faculdades mentais, falaria de crescimento sustentável enquanto os bancos centrais da Europa e dos EUA estão injetando liquidez no mercado?? Segundo o ministro, o Brasil nunca esteve tão preparado para as adversidades externas.?O Brasil está numa posição muito conveniente. Depois da turbulência, será possível ver quem é mais ou menos seguro, e o Brasil aparece entre os mais seguros?, afirmou o ministro. ?Converso todos os dias com o Meirelles (o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles). Não há pessoas querendo vender títulos brasileiros.? Segundo ele, a turbulência deve continuar restrita ao mercado financeiro, e terminar em poucas semanas. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.