finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Crise nos mercados não afetará o Brasil, repete Lula

Para o presidente, algumas pessoas "torcem para as coisas não darem certo no Brasil"

20 de agosto de 2007 | 07h49

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, nesta segunda-feira, 20, que o "Brasil não está com medo" da crise no mercado financeiro. Durante seu programa semanal de rádio, Café com o Presidente, Lula afirmou que "a crise que está acontecendo não vai afetar o Brasil". Nas últimas semanas, as bolsas de todo o mundo sofreram grandes oscilações e perdas por conta do temor com a crise no setor de crédito imobiliário nos Estados Unidos.   Veja também:  Ouça o Café com o Presidente    "Essa é uma crise eminentemente americana", afirmou. "Na hora que os Estados Unidos resolverem o seu problema não terá problema no mundo". Para Lula, "parece que tem algumas pessoas que torcem para as coisas não darem certo no Brasil, parece que têm pessoas que torcem para que a desgraça aconteça nesse País".   O presidente lembrou que o Brasil possui uma reserva de US$ 160 bilhões, o que significa que "nós temos segurança para eventual especulação financeira". "Quando muitos ficavam gritando pela imprensa que nós deveríamos gastar, nós preferimos economizar e, hoje, nós temos a estabilidade macroeconômica necessária".

Tudo o que sabemos sobre:
Crise nos mercados financeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.