Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Crise política aumenta taxa dos juros futuros

O acirramento da disputa política despertou a preocupação dos analistas econômicos, que temem dificuldades para o próximo governo na condução da economia. A quinta-feira foi ruim para o mercado interno, refletindo tanto a crise política como os resultados externos.Nesta sexta-feira, o mercado nacional deve continuar muito preocupado com o cenário político turbulento que se desenhou às vésperas das eleições. A cautela deve continuar com o conteúdo das revistas semanais, que chegam às bancas no sábado, depois das denúncias da última semana divulgadas pela revista IstoÉ.Os juros futuros tiveram um forte reajuste, o DI para janeiro de 2008 fechou em 13,88%, sendo que na quarta-feira tinha ficado em 13,71%. O contrato de janeiro de 2007 (13,81% ontem) encerrou o viva-voz a 13,83%, chegou a 13,80% após o IPCA-15, mas voltava a 13,83% próximo das 18h.Durante a tarde de quinta-feira, a divulgação do IPCA-15 de setembro surpreendeu o mercado, já que o índice era esperado para a tarde desta sexta-feira. O IPCA-15 subiu apenas 0,05%, ficando abaixo do piso das previsões dos analistas (0,06%). Em agosto, o indicador havia sido de 0,19%.

Agencia Estado,

22 de setembro de 2006 | 10h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.