Crise política não anula totalmente queda do Risco Brasil

O risco brasileiro caía 2 pontos próximo às 9h56 (de Brasília), de acordo com informação da assessoria de imprensa do J.P. Morgan, responsável pelo índice Embi+. O risco chegou a cair a 424 pontos na mínima; na máxima, operou em 433 pontos nesta manhã. A crise política não apagou totalmente os ganhos obtidos pelos papéis com as novas convicções assumidas pelos mercados globais, de que as taxas de juro nos EUA não devem superar 3,5% este ano e, portanto, de que o Fed fará pausa no processo de aperto das taxas antes do que se esperava.O risco chegou a 410 pontos na mínima no dia 2 de junho, dia seguinte as declarações do presidente do Fed de Dallas, interpretadas como sinal de pausa no juro norte-americano.Nesse dia, o BR40 fechou em 119 centavos por dólar, igual à máxima desta manhã. Ontem, apesar do barulho, o risco fechou em 431 pontos-base e o BR40 em 118,20 centavos por dólar. O BR40 abriu o mês de maio em 113,25 centavos por dólar, com o risco a 464 pontos; fechou o mês de maio a 118,50 centavos por dólar (no dia 31) e o risco a 418 pontos. "Os estrangeiros querem ver os números da economia e crises políticas atingem o humor desses investidores somente quando emperram aprovação de temas importantes no Congresso ou quando tornam-se institucionais", disse um especialista.Leia mais Leia a matéria do Jornal do Brasil na qual Miro denuncia o mensalão Jefferson denuncia mesada paga por PT a parlamentares Genoino nega relação entre liberação de verba e CPI PT desconhece as denúncias de Jefferson, diz Genoino Cúpula do PT vai rebater denúncia de Jefferson PT divulga nota negando declarações de Roberto Jefferson Marconi Perillo diz que alertou Lula sobre mesada há 1 ano CPI passou a ser de interesse do governo, diz líder do PFL Lula não fala sobe denúncias e convoca reunião Janene nega denúncia. PP pode processar Jefferson Bezerra quer afastamento de Jefferson e instalação da CPI Presidente da Eletronorte, indicado pelo PTB, pede demissão Legislativo vai ter de se passar a limpo, diz Agripino Declaração de Jefferson é "estarrecedora", diz Bornhausen Lula faz discurso sem falar sobre denúncias Bolsa desaba e dólar sobe forte com denúncias de Jefferson Para Severino, acusações de Jefferson são "ignomínias" Governo ofereceu bônus de R$ 1 milhão, diz governador Indústria paulista teme efeitos da crise política na economia  Para Alencar, denúncia não atinge o presidente Lula  Tucano quer convocar ministros citados em denúncia Cesar Maia afirma que PFL pode pedir impeachment de Lula  Para Temer, denúncia de Jefferson atrapalha governabilidade Imprensa internacional destaca denúncias envolvendo o PT Presidente do PP diz desconhecer "ajuda financeira"  Serra teme crise institucional se governo abafar CPI  Líder do PSDB diz denúncia não é caso de impeachment  Petista diz que Jefferson está em "desespero de afogado" Alckmin cobra explicações de Lula Assessoria de Palocci desmente Roberto Jefferson Para Berzoini, oposição tenta criar crise que não existe  Delúbio Soares, o polêmico tesoureiro do PT  Lula não chorou nem recebeu denúncia, diz Mercadante  Apuração deve ser feita com rigor e serenidade, diz Garotinho  Petebista diz que CPI do mensalão é inevitável  Ex-ministro diz que Jefferson omitiu parte grave da denúncia  Presidente do PL vai interpelar Jefferson judicialmente   Se provada denúncia, Lula pode sofrer impeachment, diz STF Vice da Fiesp espera "reação forte" do governo Lula  Ministra desconhece pagamento de mesada a deputados  Presidente da CUT desqualifica Jefferson e descarta CPI   Para Rebelo, não há acusação contra o governo  Aécio diz que Lula deve explicação aos brasileiros Furlan diz que denúncias não afetarão economia  Tasso diz que a única saída para Lula é a reforma ministerial  PTB vai sugerir que Jefferson se licencie da presidência

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.