Cristina expressa 'pesar' por conseqüências de locaute

Foi "positiva" a primeira reunião entre os representantes do setor agropecuário com o governo argentino, segundo afirmaram hoje o chefe de Gabinete presidencial, Alberto Fernández, e o presidente da Federação Agrária, Eduardo Buzzi. "Foi uma reunião positiva porque sempre que se recupera o diálogo é positivo", afirmou Fernández, que justificou a convocação por parte da presidente Cristina Kirchner dos quatro representantes do setor ao fato de os bloqueios terem sido suspensos, assim como o locaute foi encerrado. "A presidente expressou seu pesar pelas conseqüências negativas dos cem dias de locaute e bloqueio da rodovias para a Argentina", disse ele.Cristina propôs "um diálogo franco para tratar todos os problemas do setor", informou o ministro, completando que o governo recebeu "a preocupação dos produtores sobre os aumentos de fertilizantes e insumos e sobre a produção de carne e de laticínios". O líder dos produtores médios e pequenos, Eduardo Buzzi, também afirmou que a reunião serviu para "retomar o diálogo". Mas "sinalizamos fortemente nossa preocupação com a concentração da agricultura e não ficou claro como se interrompe esse processo", afirmou. Ele reconheceu que o setor pediu a suspensão da medida que aumentou os impostos de exportações, mas a presidente respondeu que o assunto agora será discutido pelo Congresso.

MARINA GUIMARÃES, Agencia Estado

23 de junho de 2008 | 21h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.