Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Cronograma de oferta de ações do BB está mantido

O cronograma da oferta pública de ações do Banco do Brasil (BB) está mantido e encerra-se em 29 de novembro, segundo informou ontem o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Eleazar de Carvalho Filho. Ele justificou a decisão, ao afirmar que o banco espera que a Advocacia Geral da União (AGU) entre com recurso contra a liminar que suspendeu a oferta o mais rápido possível. "Estamos otimistas. Esperamos que a AGU entre com o recurso ainda hoje (ontem)", disse.A oferta de ações do BB foi suspensa por causa de liminar concedida à União Nacional dos Acionistas Minoritários do Banco do Brasil (Unamibb). A entidade move ação civil pública desade 1998 contra o BB, questionando a legalidade do aumento de capital do banco, realizado naquele ano - que teria prejudicado os acionistas minoritários, segundo a Unamibb. "No momento, estamos suspendendo a venda em função de um processo em que existe uma liminar. A AGU vai recorrer, e nós esperamos que tenha sucesso e a oferta possa voltar ao cronograma que temos", disse Carvalho Filho.O presidente do banco informou ainda que o BB Investimentos e o Credit Suisse First Bank - coordenadores da oferta, com o BNDES na função de gestor - tinham conhecimento da ação civil pública antes do anúncio da oferta, mas consideraram que a ação não apresentaria obstáculo. "Eles tinham conhecimento, mas avaliaram que a oferta deveria continuar", disse, considerando ser impossível prever quais ações poderiam originar liminares que poderiam prejudicar a oferta.O executivo se absteve de falar sobre o preço das ações, alegando que a oferta ainda não foi concluída. A justificativa também foi usada para se recusar a comentar sobre a procura das ações do banco. Para o presidente do BNDES, falar sobre a demanda neste momento poderia causar influências no mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.