Crusius disse que Legislativo vai pedir intervenção na Varig

A coordenadora do Grupo Parlamentar de Apoio à Varig, deputada Yeda Crusius (PSDB-RS), disse hoje que informou ao vice-presidente e ministro da Defesa, José Alencar, que o Legislativo pedirá na próxima semana a intervenção do governo na Varig.O formato desse pedido, segundo a deputada, será decidido na próxima terça-feira, numa reunião conjunta das comissões de Desenvolvimento Econômico e Relações Exteriores da Câmara, além dos integrantes do grupo parlamentar de apoio a Varig.Alencar disse que a idéia de uma intervenção na companhia aérea só é possível "desde que seja à luz da lei". Alencar não deu detalhes, afirmando, inclusive, que ainda não recebeu formalmente esta proposta, cuja elaboração lhe fora anunciada momentos antes por Crusius.Ao ser questionado por um dos ex-funcionários se a postura da Fundação Rubem Berta de não comparecer, hoje de manhã, a uma audiência pública promovida pela Câmara para debater a crise na empresa preocupa o governo, Alencar afirmou: "Sempre tive a impressão de que a Fundação estava interessada em resolver a situação da empresa" e completou: "Até que provem o contrário, tendo a acreditar nas intenções das pessoas".Alencar reiterou aos ex-funcionários que o governo está empenhado em buscar uma solução para a companhia: "Estamos fazendo o possível para resolver o problema da empresa. Agora nós, governo, não podemos fazer negócio", afirmou. Ele lembrou que foram contratadas empresas de consultoria - Trevisan, Unibanco e Arnold Wald - para elaborar um plano de reestruturação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.