carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

CSFB eleva exposição em títulos brasileiros

Na contramão dos rebaixamentos da recomendação dos títulos da dívida externa brasileira feitos por alguns bancos de investimentos em Wall Street, o banco Credit Suisse First Boston (CSFB) aumentou a sua exposição aos papéis do Brasil. Em nota a clientes, o CSFB informa ter elevado o peso overweight (acima da média da carteira de investimentos) da dívida brasileira em 1,5% para um total overweight de 3,15%.Conforme os analistas do CSFB, os bônus brasileiros já sofreram forte venda. "O ´sell-off´ (movimento de venda) poderá continuar, mas os spreads (prêmios) dos papéis de curta duração já estão bastante elevados. E como achamos que o Brasil não irá fazer um default (calote) da sua dívida e que nós vamos ser pagos, estamos aproveitando essas elevadas taxas de retorno que os papéis brasileiros estão oferecendo no momento", afirmaram os analistas do banco. Eles acredita que os fundamentos da economia brasileira continuam melhorando, embora as condições técnicas do mercado para os papéis do Brasil estejam fracas. O aumento na exposição ao Brasil se dá via papéis de curta duração (três anos). Para financiar o aumento do peso "overweight" do Brasil, o CSFB cortou a sua exposição ao México e África do Sul, que agora passaram a um pequeno "underweight" (abaixo da média da carteira de investimentos) na carteira do CSFB.

Agencia Estado,

29 de abril de 2004 | 14h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.