CSN abre 33 vagas para programa de trainees

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) abriu inscrições para seu segundo programa de trainees. A partir de hoje, até 5 de abril, profissionais de todo o Brasil com até no máximo dois anos de graduação e ou pós-graduação poderão se inscrever pela Internet para as novas 33 vagas abertas, nas áreas de Operações, Comercial e Mineração. Os selecionados receberão salários de R$ 1,7 mil. "A CSN está investindo R$ 1,6 milhão na nova edição do programa", ressalta o gerente de Desenvolvimento e Treinamento, Francisco Cuesta.As inscrições somente serão feitas através do site da empresa -www.csn.com.br (clicar ícone carreiras). Os interessados disputarão vagas em Volta Redonda, São Paulo, Congonhas e Arcos (ambas no Estado de Minas Gerais) para as seguintes profissões: Engenharia (nas áreas de Metalúrgica, Materiais, Mecânica, Elétrica, Eletrônica, Minas, Produção, Química e de Alimentos), Marketing, Administração de Empresas e Comércio Exterior.Para selecionar os novos trainees, a CSN está exigindo - além da graduação ou pós-graduação específica nas profissões e o tempo de formado - fluência em língua inglesa e disponibilidade para trabalhar e morar em Volta Redonda, Congonhas, Arcos e São Paulo. O programa de trainees terá duração de 12 meses. Empregados da empresa que se enquadrem nas exigências poderão participar da seleção. Após o processo de seleção dos currículos enviados, o candidato passará por provas de conhecimentos gerais, além de entrevistas com as áreas e dinâmicas de grupo.Segundo a CSN, em 2000, participaram do primeiro programa de trainees 45 jovens selecionados entre as mais de 6 mil inscrições das mais diversas áreas profissionais. Ao final do primeiro programa, entre os 45 trainees, 34 foram contratados para trabalhar em Volta Redonda, no Rio, em São Paulo e em Congonhas.Durante os três primeiros meses na companhia, os jovens talentos - vindos de diversos cantos do País e com variada formação - passaram por um treinamento denominado "Visão Geral da Empresa", quando puderam conhecer em detalhes todas as suas unidades (produção, comercial, logística e corporativa) através de visitas e palestras. Nos últimos nove meses do programa, os trainees foram distribuídos pelas diversas áreas da empresa para desenvolver um projeto e acompanhar o dia-a-dia do trabalho na maior siderúrgica integrada da América Latina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.