CSN capta US$ 85 milhões no exterior

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) concluiu hoje o lançamento de US$ 85 milhões em eurobônus. A procura dos investidores estrangeiros pelos papéis foi tão grande que a empresa decidiu elevar em US$ 35 milhões a previsão inicial para a captação. Essa é a primeira emissão feita por uma empresa não-financeira no mercado de capitais externo com títulos de valor maior do que US$ 20 milhões desde março de 2002 quando a Cesp lançou US$ 150 milhões.Os papéis, com vencimento em um ano, vão pagar juros anuais de 9,75%. O sócio do banco Pactual e coordenador da operação, Rodolfo Riechert, disse que os recursos serão usados para capital de giro da siderúrgica. "Com esta emissão, a CSN abriu a porta para outras empresas aproveitarem essa janela de oportunidade", afirmou.Segundo ele, a ameaça de guerra não atrapalhou a operação. Muitos investidores, destaca, com o atraso no início da guerra, estão deixando os títulos do Tesouro dos EUA e saindo em busca ativos que permitam ganhos maiores do que os 1,25% ao ano dos papéis norte-americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.