CSN deve anunciar aumento de preços em agosto

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) ainda não anunciou aumentos de preços, disse nesta terça-feira o presidente do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda), Carlos Loureiro, durante conversa com jornalistas. De acordo com o executivo, esse aumento está sendo aguardado para agosto. No início de julho, tanto a Usiminas quanto a ArcelorMittal anunciaram aumento de seus produtos entre 4% e 8%.

FERNANDA GUIMARÃES, Agencia Estado

24 de julho de 2012 | 12h04

Loureiro disse que a cadeia de distribuição está tentando repassar tais aumentos, com a meta de manter uma margem de 5%. No entanto, o executivo destaca que os repasses da distribuição deverão de fato ocorrer quando a CSN seguir com os aumentos. Até o momento, antes da chegada do aumento da CSN, os distribuidores conseguiram repassar os preços da chapa grossa, já que a CSN não fabrica esse produto.

O presidente do Inda disse ainda que mesmo com tais aumentos o prêmio do aço brasileiro (diferença de preço em relação ao produto importado) ainda está em zero. Segundo ele, se não fosse pela guerra fiscal dos portos, Loureiro disse que os prêmios estariam negativos. Ele disse que após a implementação da resolução 72, em janeiro de 2013, que unificará o ICMS dos portos, poderá haver espaço para novos ajustes.

Hoje, disse Loureiro o aumento de preços depende muito do preço externo do aço, que está em tendência de queda.

Tudo o que sabemos sobre:
açodistribuidorastransações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.