carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

CSN esclarece boatos sobre fusão com a Corus

A assessoria de imprensa contratada para cuidar da fusão da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) com a anglo-holandesa Corus informou que o processo está transcorrendo normalmente em fase de due-dilligence, com a troca de informações entre as empresas. No anúncio da fusão, em 17 de julho, essa fase era prevista para durar quatro meses, até 17 de novembro. Segundo a assessoria, desde esse anúncio, a concretização do negócio era esperada para o primeiro trimestre do ano que vem.As informações foram dadas para esclarecer os boatos no mercado financeiro inglês de que a Corus pensa em abandonar ou adiar a fusão com a CSN. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ainda aguarda o entendimento entre a CSN e a Corus, não tendo recebido nada ainda sobre o assunto.

Agencia Estado,

08 de novembro de 2002 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.