CSN pretende comprar 50% na Lusosider

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) informou hoje à Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) que pretende adquirir do Banco Espírito Santo de Investimento (BESI) 50% de participação na Lusosider Projectos Siderúrgicos S/A, empresa laminadora portuguesa que produz galvanizado por imersão e folhas metálicas. O preço de aquisição será de 10,84 milhões de euros, ou US$ 11,8 milhões.De acordo com a CSN, essa aquisição faz parte de um processo iniciado com a compra da fatia de 50% pertencente à Sollac Méditerranée - subsidiária da Arcelor - pela Corus Group PLC por 10,84 milhões de euros e sua respectiva venda, pelo mesmo valor, para o Banco Espírito Santo de Investimento. A Corus manterá a sua atual participação de 50% na Lusosider. A transação está sujeita a condições, dentre as quais a aprovação pelos órgãos reguladores portugueses ou da Comunidade Européia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.