CSN quer ampliar capacidade da Casa de Pedra

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) estuda ampliar em 60 milhões de toneladas de minério de ferro por ano a capacidade da mina de Casa de Pedra, em Minas Gerais. Hoje, a mina permite uma produção anual de 70 milhões de toneladas. O diretor financeiro da CSN, Otávio Lazcano, lembrou que os investimentos anunciados hoje em logística - especialmente a construção de um porto privativo em Itaguaí, no Rio de Janeiro - vão permitir um maior escoamento da produção de minério de ferro da mina. Segundo o executivo, esse era o principal gargalo que impedia um programa de expansão da capacidade de Casa de Pedra.Em entrevista, o executivo revelou que a CSN espera atingir uma produção de 40 milhões de toneladas de minério de ferro neste ano. Desse total, 25 milhões serão exportados, 5 milhões, absorvidos pelo mercado doméstico, e o restante será utilizado como insumo pela própria empresa na fabricação de produtos siderúrgicos na unidade de Presidente Vargas, no Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.