CTEEP arremata maioria dos lotes em leilão de linhas de energia

A Companhia de Transmissão deEnergia Elétrica Paulista (CTEEP) foi a empresa que maisarrematou lotes no leilão de linhas de transmissão realizadopelo governo brasileiro nesta sexta-feira. A CTEEP, privatizada há dois anos, levou cinco dos dozelotes ofertados, pagando o maior e o menor deságio registradono leilão. O maior deságio, de 51,27 por cento, foi pago pelo lote delinha em São Paulo, e o menor, de 0,39 por cento, por um trechono Rio Grande do Sul A espanhola Isolux levou duas linhas de transmissão[ID:nN27453857], e o consórcio Amazonas, formado pelaEletronorte, Chesf, Abengoa e um fundo de investimento,arrematou a maior linha, que vai do Pará ao Amazonas e ligará osistema isolado do Norte do país ao Sistema Integrado Nacional. O consórcio Amazonas ofereceu deságio de 7 por cento sobrea receita anual permitida pela Aneel, totalizando uma oferta de101,6 milhões de reais. A Elecnor também arrematou dois lotes. O leilão, o maior já realizado pela agência reguladora dosetor (Aneel), ofertou uma extensão total de quase 3 milquilômetros de linhas de transmissão. Os investimentos estimados para a construção de todas aslinhas são de 2,86 bilhões de reais. (Reportagem de Denise Luna)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.