finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

CUB paulista sobe 1,51% em agosto puxado pela mão-de-obra

O Custo Unitário Básico da construção civil subiu 1,51% no Estado de São Paulo no mês passado em comparação com julho, segundo pesquisa do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-SP) feita em conjunto com a Fundação Getúlio Vargas. A alta do índice no ano já atinge a marca de 12,96%, enquanto nos últimos doze meses o percentual é de 18,68%.O aumento ocorrido no mês passado ocorreu por causa da elevação nos gastos das construtoras com mão-de-obra, um dos quesitos que compõem o índice, que subiu 3,21%. Os custos com materiaid necessários à realização de obras caíram, em média, 0,48%. Assim, o CUB padrão ficou em R$ 803,19 por metro quadrado para construções de padrão médio e dois quartos.Dos 70 insumos analisados pelo sindicato mensalmente, 23 tiveram variação superior à do Índice Geral dos Preços de Mercado (IGP-M) do período, que foi de 0,38%. Entre os maiores aumentos registrados estão os laminados melamínicos (5,74%), a cal hidratada (4,76%), o perfil de alumínio (3,87%) e as tábuas de ipê para assoalho (3,72%).

Agencia Estado,

01 de setembro de 2003 | 13h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.