Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Cultivo de inverno começa a se destacar

O sudoeste paulista, que compreende as regiões de Itapeva, Itapetininga e Avaré, é responsável por mais de um quarto da área cultivada com milho na safra verão do Estado, ou 143 mil hectares. A produção chegou a 14,5 milhões de sacas de 60 quilos em 2010. O cultivo da safrinha, no entanto, só começa a ganhar força agora. Juntas, as três regiões plantaram 53 mil hectares na safrinha, menos da metade dos 121 mil hectares em Assis, no oeste paulista, onde o cultivo do milho no inverno é tradicional.

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2011 | 00h00

Atraso. O atraso na colheita da soja causado pelas chuvas afetou o plantio do milho safrinha em outras regiões, como o Centro-Oeste do País. Em Mato Grosso do Sul, o período de chuvas invadiu a época do plantio do milho. Em São Gabriel do Oeste, ao menos 25% da área foi cultivada após 20 de março, quando se encerrou o prazo recomendado pelo zoneamento agrícola. Os produtores temem que a falta de chuvas no período de formação das espigas prejudique a lavoura.

Em Mato Grosso, maior produtor da safrinha - com 7,7 milhões de toneladas em 2010 -, os produtores não plantaram a tempo por causa do atraso na colheita da soja. Levantamento do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária indica colheita de 7,56 milhões de toneladas, 10,1% menor do que a safra anterior, de 8,41 milhões. A área plantada reduziu-se de 1,9 milhão para 1,75 milhão de hectares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.