Cúpula busca alternativas para as dívidas da Espanha e da Itália

As autoridades da zona do euro estão analisando uma variedade de opções destinadas a ajudar a Espanha e a Itália a lidarem com os altos custos dos seus empréstimos, enquanto os líderes da União Europeia realizam uma cúpula de dois dias, em Bruxelas, para discutir soluções para a crise financeira, reportou o The Wall Street Journal.

BRUXELAS, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2012 | 03h10

Enquanto a cúpula de Bruxelas foi incumbida de chegar a um acordo sobre um pacote de crescimento para a região e discutir planos de longo prazo para unir de forma mais estreita as 17 economias da zona do euro, as crescentes dificuldades para obter financiamento nos mercados financeiros enfrentadas pelos governos espanhol e italiano são o centro dos esforços nos bastidores, disseram autoridades.

O foco das medidas de curto prazo será o de reduzir os custos de financiamento da Itália e da Espanha, através da criação de um mecanismo para comprar esses títulos tanto no mercado secundário, onde são negociados entre os investidores, ou quando forem leiloados pelo governo, afirmaram fontes europeias.

No entanto, as conversações sobre as medidas de curto prazo ainda estão em seu estágio inicial e fontes alertaram que um acordo final pode não ficar pronto até o fim da cúpula da UE amanhã à tarde. / AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.