Curtas

CRISE DO GÁSGoverno paulista e Fiesp vão monitorar obrasA Secretaria Estadual de Energia e o Departamento de Infra-Estrutura da Fiesp vão criar um grupo para acompanhar as obras de expansão da oferta de gás natural para São Paulo. A partir da segunda quinzena de janeiro, o grupo vai se reunir periodicamente para avaliar o andamento das obras do gasoduto que deve ampliar o escoamento de gás do Espírito Santo para São Paulo, além da situação da estação de regaseificação de GNL no Rio. Segundo Saturnino Silva, vice-presidente da Fiesp, a Petrobrás precisa ampliar a oferta em 30 milhões de m³ em 2008. Só isso pode evitar nova crise de oferta.FELIZ EURO NOVOEuro é nova moeda de Chipre e de MaltaAlém de celebrar a chegada de 2008, os cerca de 1 milhão de habitantes das Ilhas de Chipre e de Malta comemoram também a entrada na Zona do Euro da União Européia (UE). A partir de hoje, o euro é moeda oficial nas duas ilhas, com exceção do norte de Chipre, ocupado pelos turcos desde 1974, que não faz parte da UE. Com a adoção das duas ilhas, o número de países com o euro como moeda oficial sobe de 13 para 15. Cerca de 320 milhões de pessoas usam o euro hoje no mundo. A Comissão Européia (CE) considerou que os dois países estão "bem preparados" para receber o euro.BOMBANDO570 milé o número de veículos vendidos na Argentina neste ano, um recorde, enquanto no Brasil as vendas atingiram 2.450.000 unidades. FOCO NOS EUAVenda de imóveis usados cresce 0,5%A Associação Nacional dos Corretores de Imóveis dos Estados Unidos (NAR) informou que as vendas de imóveis residenciais usados cresceram 0,5% no último mês de novembro, em relação à média anualizada de 5 milhões de unidades. Os números de outubro foram revisados de 4,97 milhões de unidades para 4,98 milhões. Segundo a associação, o preço médio de uma residência usada nos EUA foi de US$ 210.200, em novembro, apresentando queda de 3,3% em relação ao mesmo período no ano passado. Em outubro, o preço das casas teve valor médio menor, ficando em torno de US$ 206.900, de acordo com dados divulgados pelo índice Dow Jones."O Brasil já não é mais um país em via de desenvolvimento e já aparece como um importante membro da seleção do 1.º mundo"Toshiro Kobayashi,ex-presidente do Banco de Tokyo, que viveu no Brasil durante 20 anosTECNOLOGIAChip vende menos que o esperado A Associação da Indústria de Semicondutores (SIA) dos Estados Unidos informou ontem que as vendas globais de chips de computadores somaram US$ 23,1 bilhões em novembro, um aumento de 2,3% ante o mesmo mês de 2006. De janeiro a novembro, as vendas globais de semicondutores somaram US$ 231 bilhões, 2,8% mais que no mesmo período de 2006. A previsão da SIA para o ano era que as vendas cresceriam 3,8% no ano. Em novembro, as vendas cresceram 6,9% no Japão e 3,8% na região da Ásia e do Pacífico. Na América caíram 3,9% e na Europa, 0,3%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.