Custo básico da construção civil tem deflação em março

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil paulista apresentou uma deflação de 0,18% em março, em comparação a fevereiro. É isso o que aponta o índice oficial do setor, calculado pelo Sindicato da Indústria da Construção do Estado (SindusCon-SP). O índice é responsável por reajustes nos contratos do setor. Segundo o estudo, em março, os preços dos materiais de construção caíram em média 0,22%, enquanto os custos das construtoras com mão-de-obra registraram queda de 0,14%. Com esse resultado, o CUB acumulado no ano caiu de 0,48% no primeiro bimestre para 0,30% no primeiro trimestre. E a variação do índice acumulada em 12 meses caiu de 4,64% no período encerrado em fevereiro para 3,73% no período encerrado em março. Em março, o Custo Unitário padrão da construção civil paulista (H8-2N) foi de R$ 929,36 por metro quadrado. De um total de 70 insumos da construção, 55 apresentaram em março variação superior ao da inflação medida pelo Índice Geral de Preços do Mercado IGP-M, que foi de -0,23% no mês passado. Maiores aumentos de março Produto Alta Caixa de passagem com tampa de PVC 6,58% Brita 2 4,83% Cal hidratada 4,78% Tábua de pinho 2ª industrial 4,07% Óleo diesel 3,91% Tubo de ferro fundido 3,58% Telha cerâmica paulista 3,52% Azulejo decorado 2,50% Tinta a óleo para interiores 1,01% Tubo de cobre 0,96%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.