Custo da cesta no RJ cai 0,04% na 1ª semana de março

O custo da cesta de compras consumidas pelas famílias da cidade do Rio de Janeiro caiu 0,04% na primeira semana de março (entre 1º e 5 de março), segundo pesquisa coordenada pelo Instituto Fecomércio-RJ. De acordo com a organização, o valor médio da cesta ficou em R$ 295,79 no período. Em comunicado, o diretor do instituto, Luiz Roberto Cunha, explicou que alguns preços estão subindo por efeito de safra, e estão sendo compensados por quedas de outros produtos. "Não estamos registrando grandes variações, apenas um movimento de acomodação", informou. No período, foram observadas quedas expressivas nos preços de banana prata (8,72%), creme dental (5,18%), farinha de mandioca (5,16%), ovo (4,78%) e batata (3,63%). Em contrapartida, aumentos expressivos de preços foram observados em produtos como cenoura (13,05%) e sabão em barra (12,16%). Na primeira semana de março, a redução nos custos atingiu a maior parte das famílias pesquisadas, sendo mais intensa para as famílias com renda mensal entre 20 e 30 salários mínimos (queda de 0,14%). Já as famílias com renda entre dois e três salários mínimos foram as afetadas pela maior alta; a cesta deste segmento ficou 0,08% mais cara. Período mensal No período mensal, entre 7 de fevereiro e 5 de março, o custo médio da cesta de compras também registrou queda (-0,33%). Todas as famílias tiveram seus custos reduzidos, sendo que, para o grupo com renda de até oito mínimos mensais, a queda média foi de 0,21% e, para o grupo com renda acima de oito mínimos mensais, a redução média foi de 0,42%. Os produtos que mais caíram de preço no período mensal foram queijo prato (-5,92%), carne seca (-4,18%) e açúcar refinado (-3,95%). A pesquisa da cesta de compras reflete as variações de preços dos 39 produtos de maior peso no orçamento consumidos por famílias cariocas de dez diferentes faixas de renda.

Agencia Estado,

09 Março 2004 | 11h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.