Custo da construção avança 0,6% em julho em São Paulo

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil paulista registrou aumento de 0,6% em julho na comparação com o mês anterior. Os preços dos materiais de construção, que tiveram reajuste médio de 1,04% no mês passado, puxaram a alta.O CUB, calculado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), é o índice de referência do setor que reflete a variação mensal dos custos e é utilizado nos reajustes dos contratos.No ano, a alta do índice já atinge o patamar de 5,51%. No acumulado de doze meses, a variação é positiva em 7,93%. Segundo o SindusCon-SP, a elevação dos preços dos materiais em julho foi superior ao aumento dos custos das construtoras com a mão-de-obra, que subiram 0,25% no mês.A média ponderada entre as variações de preços de materiais e os custos com mão-de-obra é o resultado do CUB, de 0,6%. Em julho, o CUB padrão da construção civil paulista (H8-2N) foi de R$ 854,05 por metro quadrado.InsumosDos 70 insumos da construção pesquisados mensalmente pelo SindusCon-SP, 32 tiveram variação superior à do Índice Geral dos Preços de Mercado (IGP-M), que foi de 1,31% em julho.Entre os maiores aumentos de preços no mês, destacam-se: tubo de cobre (+11,97%), cerâmica esmaltada (+5,38%), cal hidratada (+3,96%), areia média lavada (+3,66%), tubo de PVC p/ esgoto (+3,66%), impermeabilizante (+3,40%), fio termoplástico (+3,23%), massa corrida (+2,70%), vidro liso 4 mm (+2,51%) e aço CA 50 (+2,08%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.