Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Custo da construção sobe 0,16% em setembro em SP

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do Estado de São Paulo voltou a subir em setembro, quando registrou alta de 0,16%, em comparação a agosto, segundo pesquisa divulgada hoje pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e pela FGV Projetos. O indicador reflete a variação dos custos do setor para utilização nos reajustes dos contratos da construção civil paulista.

BETH MOREIRA, Agencia Estado

02 de outubro de 2009 | 14h00

A entidade destaca que contribuiu para o aumento do CUB a alta de 0,34% no custo com a mão de obra. "Em compensação, o custo dos materiais de construção teve leve variação negativa, de 0,03%, em relação ao custo médio registrado em agosto", destacou o Sinduscon-SP. Os custos administrativos, por sua vez, ficaram estáveis pelo terceiro mês consecutivo.

Em setembro, apenas cinco insumos da construção registraram altas de preços superiores à variação de 0,42% do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M). A mais significativa foi a da areia lavada, que aumentou 1,27% e passou a custar R$ 54,96 o metro cúbico, em média, no mês. "A média ponderada entre essas variantes resultou na alta (0,16%) do CUB Representativo da construção civil paulista em setembro, equivalente ao custo de R$ 854,58 por metro quadrado", informou a entidade. Com o resultado de setembro, o CUB acumula aumento de 3,48% em 2009 e de 5,41% no acumulado dos 12 meses encerrados em setembro.

Tudo o que sabemos sobre:
construção civilcustoSindusCon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.