Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Custo da construção subiu 1,43% em junho

Dos 55 insumos da construção cujos preços são pesquisados mensalmente pelo SindusCon-SP, 23 apresentaram em junho variação superior à do IGP-M, de 0,26%

Agencia Estado

02 de julho de 2007 | 19h11

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do Estado de São Paulo registrou alta de 1,43% em junho, na comparação com maio último. O CUB é o índice oficial calculado pelo SindusCon-SP, que reflete a variação mensal dos custos do setor, para utilização nos reajustes dos contratos da construção civil.Em junho, os custos com mão-de-obra tiveram aumento de 1,87%, refletindo aumento salarial dos trabalhadores, garantido na Convenção Coletiva 2007 assinada pelo SindusCon-SP com a Federação dos Trabalhadores da Indústrias da Construção e 25 sindicatos de trabalhadores do setor no Interior do Estado.Já as despesas administrativas (representadas pelo salário do engenheiro) também cresceram, registrando alta de 2,53%. Já os custos das construtoras com insumos apresentaram elevação de 0,88%. A média ponderada entre essas variações resultou no aumento de 1,43% do CUB Representativo da construção civil paulista (R8-N), o que significa um custo de R$ 719,64 por metro quadrado em junho.Dos 55 insumos da construção cujos preços são pesquisados mensalmente pelo SindusCon-SP, 23 apresentaram em junho variação superior à do IGP-M, que foi de 0,26% no mês passado. Entre os maiores ajustes no mês, estavam:- Massa pronta para reboco externo (+6,25%)- Azulejo de 1ª linha (+6,24%)- Tábua de madeira de 3ª (+6,01%)- Laminado melamínico (+5,78%)- Telha ondulada de fibrocimento (+5,23%)- Tubo de cobre (+3,89%)- Tubo de ferro galvanizado (+2,47%)- Locação de betoneira elétrica (+2,38%)- Vaso sanitário (+1,49%)- Tubo PVC rígido (+0,98%)- Piso de mármore (+0,92%)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.