Custo da dívida pública deve cair a 10,5% até fim do ano

O coordenador geral de planejamento estratégico da dívida pública do Tesouro Nacional, Otavio Ladeira de Medeiros, salientou nesta segunda-feira que a expectativa é de que o custo da dívida pública caia dos atuais 12,81% ao ano para 10,50% até o final do ano. A informação foi antecipada na sexta-feira para a Agência Estado pelo subsecretário da Dívida Pública, Paulo Valle.

CÉLIA FROUFE E EDUARDO CUCOLO, Agencia Estado

23 de julho de 2012 | 16h37

"O que vamos observar é que até o fim do ano há previsão de queda, com a expectativa de custo atingindo 10,50% ao ano, conforme o secretário Paulo Valle disse em uma entrevista recentemente", afirmou o coordenador.

Ele salientou que isso será possível com a redução da Selic e a troca de papéis indexados pela taxa básica de juros por outros indicadores. Além disso, também colaborará para a redução do custo, de acordo com Ladeira, a substituição de títulos prefixados mais curtos por papéis com prazo maior de vencimento.

Tudo o que sabemos sobre:
DÍVIDATESOURORELATÓRIO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.