Custo da mão de obra sobe 0,4% nos EUA

Os custos da mão de obra aumentaram levemente no terceiro trimestre nos Estados Unidos, enquanto o mercado de trabalho continuou a conter os aumentos de salários, segundo dados divulgados hoje pelo Departamento do Trabalho. O índice de custo da mão de obra avançou 0,4% no terceiro trimestre, abaixo das estimativas dos analistas, que esperavam alta de 0,5%.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

29 de outubro de 2010 | 11h53

O índice de salário e remuneração avançou 0,3%, enquanto o dos custos dos benefícios subiram 0,6%. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, o índice do custo da mão de obra dos trabalhadores civis ficou em 1,9%, o que representa um aumento em comparação com o nível de 1,5% do fim de setembro de 2009. Os custos dos benefícios continuaram a aumentar mais rapidamente que o salário e a remuneração, registrando alta de 2,7%, em bases anuais. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mão de obracustoremuneraçãoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.