Custo de vida do paulistano classe média sobe 0,38%

O Índice do Custo de Vida da Classe Média (ICVM), medido pela Ordem dos Economistas do Brasil na cidade de São Paulo, subiu 0,38% em agosto. No acumulado do ano, a alta é de 3,02% e, nos últimos 12 meses, chega a 5,91%. De maio a julho, o ICVM apresentou desaceleração, ao passar de 0,27% para 0,21% e, por último, para 0,17%. Mas em agosto voltou a acelerar.

AE, Agencia Estado

10 de setembro de 2013 | 11h45

Dos grupos pesquisados, só apresentaram recuo no último mês Transportes (-0,21%) e Vestuário (-0,41%). Registraram alta Habitação (0,51%), Alimentação (0,26%), Despesas Pessoais (0,96%), Saúde (1,00%) e Educação (0,10%).

Os grupos que mais pressionaram o ICVM de agosto foram Habitação, Despesas Pessoais e Saúde. No caso de Habitação, a pressão veio de energia elétrica (0,58%), telefone celular (0,45%), condomínio (1,10%), serviços domésticos (1,05%), aluguel (0,56%) e equipamentos eletrônicos (1,70%).

Em Despesas Pessoais, os itens que se destacaram foram passagem aérea (7,22%), viagem de excursão (2,73%) e artigos de beleza (1,19%). O grupo Saúde foi pressionado por planos de saúde (1,38%) e os serviços médicos (0,85%). Dos 468 itens que compõem o índice, 258 (ou 55%) aumentaram, 33 (7%) permaneceram estáveis e 177 produtos ou serviços (38%) tiveram uma queda de preços.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.