Custo de vida em São Paulo cai para 0,38% em novembro

O Índice do Custo de Vida (ICV) medido pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) para o município de São Paulo desacelerou para 0,38% em novembro, segundo nota à imprensa divulgada hoje pela instituição. A taxa ficou 0,19 ponto percentual abaixo da inflação apurada em outubro (0,57%).De acordo com o Dieese, as principais contribuições para esta elevação foram de grupos como Alimentação (0,29 ponto porcentual), Transportes (0,04 pp) e Habitação (0,03 pp). O aumento verificado na Alimentação, de 1,15%, ocorreu, principalmente, no subgrupo mais sujeito à sazonalidade (efeitos temporais), na avaliação dos técnicos do Dieese: o de produtos in natura e semi-elaborados (3,26%).No acumulado dos últimos 12 meses, o ICV voltou a apresentar desaceleração, com uma taxa de 4,90%. Até o mesmo mês do ano passado, a variação era de 7,46% e subiu nos meses seguintes, atingindo o ponto mais alto em abril 2005 (8,50%). Inflação em 2005 deve ficar em 4,70%O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) estima que o Índice do Custo de Vida (ICV) no município de São Paulo feche dezembro próximo a 0,40%. "Se esta previsão se confirmar, a inflação de 2005 deve ficar em 4,70%, a menor dos últimos 12 meses", previram os técnicos do Departamento.No mesmo mês do ano passado, a inflação medida pelo Dieese havia sido de 0,54%. O ICV-Dieese acumula neste ano uma inflação de 4,34% e nos últimos a taxa atinge 4,90%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.