Custo de vida em SP sobe 4,80% em 2007, maior alta em 3 anos

Resultado do ano passado é quase o dobro do apurado em 2006 na capital paulista, de 2,57%

Flavio Leonel, da Agência Estado,

09 de janeiro de 2008 | 12h45

O Índice do Custo de Vida (ICV) na capital paulista fechou 2007 com alta de 4,80%, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira, 9, pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O resultado ficou bem acima da inflação apurada pela instituição em 2006, de 2,57% e representou a taxa mais alta para a cidade desde 2004 (7,70%). Veja também:Entenda os principais índices de inflação  Em dezembro do ano passado, o indicador do Dieese apresentou alta de 1,09% ante variações de 0,28% em novembro e de 0,33% em outubro. Foi também a taxa mensal mais elevada desde julho de 2004 quando o ICV subiu 1,21%. Na apuração por grupo o destaque foi o de alimentação, tanto no ano como em dezembro. Em 2007 o grupo apresentou alta de 12,48%. Em dezembro, subiu de 2,68% e contribuiu com 0,72 ponto porcentual da taxa mensal. Nos demais grupos apurados pelo Instituto, foram destacadas também as variações de transporte (1,27% em dezembro e 1,03% em 2007); despesas pessoais (2,40% em dezembro e 6,11% em 2007); habitação (0,23% em dezembro e 1,65% em 2007); educação e leitura (0,36% em dezembro e 6,27% em 2007); vestuário (alta de 0,44% em dezembro e queda de 2,12% em 2007); saúde (0,05% em dezembro e 3,40% em 2007); despesas diversas (1,46% em dezembro e 6,00% em 2007); recreação (queda de 0,05% em dezembro e alta de 1,78% em 2007); e equipamento doméstico (queda de 0,59% no mês e baixa de 1,97% no ano passado).

Mais conteúdo sobre:
InflaçãoICV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.