Custo do seguro da dívida cai depois de leilão italiano

Os custos do seguro da dívida da Itália contra calote operavam em queda ontem, após a taxa de juros para tomada de empréstimos recuarem acentuadamente no leilão de bônus do governo italiano. Logo pela manhã, o spread (prêmio) dos swaps de calote de crédito (CDS, na sigla em inglês) de cinco anos da Itália caía cinco pontos-base, para 472 pontos-base, de acordo com a Markit.

O Estado de S.Paulo

29 de dezembro de 2011 | 03h06

A Itália vendeu € 9 bilhões em bônus de seis meses, a quantia pretendida, com yield (retorno ao investidor) médio cerca de 50% mais baixo que o pago no leilão realizado em novembro. Também foram vendidos € 1,733 bilhão em notas de 2 anos com juro nominal zero, pagando yields significantemente mais baixos.

O CDS de cinco anos da Espanha recuava três pontos-base, para 376 pontos-base, enquanto os CDS da França declinava um ponto-base, para 214 pontos-base. O CDS de cinco anos da Bélgica estava inalterado em 308 pontos-base, enquanto o da Alemanha subia um ponto-base, para 102 pontos-base. O CDS alemão não é comercializado abaixo da marca dos 100 pontos-base desde o dia 9. / DOW JONES NEWSWIRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.